Close

21 Agosto, 2019

Como melhorar a gestão de recursos humanos nas IPSS

Gestão de recursos humanos nas IPSS

A gestão de recursos humanos, ou gestão de pessoas, nas IPSS é um tema que muito tem vindo a ser estudado – veja, por exemplo, o estudo de caso do Instituto Profissional do Terço, o da Florinhas do Vouga ou o da Santa Casa da Misericórdia de Campo Maior.

A falta de meios de trabalho, de comunicação, de desenvolvimento pessoal, de reconhecimento pessoal, de processos de recrutamento e a insatisfação com a rotina de trabalho são alguns dos problemas típicos associados à gestão de recursos humanos e à rotatividade nas IPSS.

Mas como é que pode minimizar esses problemas e melhorar a gestão de recursos humanos na sua IPSS?

1. Inove nos meios de trabalho

Dê aos seus colaboradores a possibilidade de trabalhar com ferramentas inovadoras, em vez do tradicional papel. 

O Ankira permite que as equipas das IPSS comuniquem em tempo real os registos dos dados e atividades dos seus utentes durante o turno, aumentando a sua mobilidade.

Além de ser mais prático para a sua equipa, ainda vai conseguir reduzir a utilização de papel na sua instituição e, consequentemente, reduzir os custos. 

2. Facilite a comunicação entre a equipa

A falta de comunicação é um dos principais fatores de descontentamento dos colaboradores das IPSS e pode inclusive colocar os seus utentes em risco.

Softwares de gestão de prestação de cuidados a idosos como o Ankira facilitam a comunicação entre toda a equipa, pois:

  • Permitem ter os registos centralizados;
  • Possibilitam a transmissão dos registos em tempo real;
  • Incluem mecanismos de mensagens.

3. Potencie o desenvolvimento pessoal e profissional

A qualidade dos recursos humanos é um fator crítico de sucesso das organizações, independentemente do seu cariz, e a formação é um instrumento fundamental para o seu bom desenvolvimento profissional e pessoal e um fator de motivação para os seus colaboradores.

O Ankira integra uma área para a planificação da formação anual aos colaboradores, o que o irá ajudar a formular estratégias de formação profissional que estejam integradas com estratégia global da sua IPSS.

4. Avalie o seu desempenho e dê feedback

O feedback é considerada a principal ferramenta de medição do desempenho dentro de uma organização. 

A implementação de um sistema de avaliação de desempenho irá permitir-lhe reduzir a taxa de rotatividade, pois irá ajudá-lo a orientar os seus colaboradores e a dar-lhes o feedback necessário para melhorarem profissionalmente. 

As IPSS que utilizam o Ankira têm acesso rápido aos registos efetuados por cada colaborador. O Ankira permite ainda ter instrumentos para avaliação do desempenho e para avaliação da satisfação.

5. Reduza a insatisfação com a rotina de trabalho

Enquanto alguns colaboradores possam não se sentir reconhecidos pelas tarefas que executam, outros não gostam da rotina monótona que a sua função lhe exige. 

A implementação do nosso softwares para a gestão de prestação de cuidados a idosos, vai permitir-lhe eliminar diversos processos duplicados, como por exemplo, escrever os dados pessoais dos utentes em todos os impressos, e os processos manuais, que não acrescentam valor, como fazer contagens dos produtos consumidos.

6. Selecione os melhores profissionais

O recrutamento é a porta de entrada das pessoas nas organizações e, por isso, ter este processo bem desenvolvido é um fator crítico para o sucesso da organização.  

Além disso, ter as pessoas certas nos lugares certos é um trunfo para qualquer IPSS que procure uma cultura fazedora e vencedora.

Com o Ankira, vai poder construir uma bolsa de candidatos e selecionar os melhores colaboradores, atribuindo-lhes etiquetas para, por exemplo, distinguir as suas competências ou a disponibilidade geográfica e horário.

Se ainda não conhece o Ankira, experimente gratuitamente durante um período de 15 dias o nosso software para a gestão de prestação de cuidados a idosos.